Bianca Furtado lança segunda edição de Brumas da Ilha

Bianca Furtado lança segunda edição de Brumas da Ilha

18/08/2016 2 Por admin

Em 1750, um grupo de mulheres foge do arquipélago de Açores para a vila de Nossa Senhora do Desterro (atual Florianópolis), dentro de um cargueiro. O que antes era uma lenda sobre como as bruxas chegaram à nossa Ilha, a escritora Bianca Furtado comprovou com muita pesquisa histórica. Brumas da Ilha foi lançado em 2010, e sua primeira edição esgotou em 2013. Devido à grande procura, o livro ganha agora uma edição revisada e ampliada.

brumas da ilha bianca furtadoBianca demorou cinco anos para escrever o romance, que além dos personagens fictícios, inclui personagens históricos. Mais do que o folclore, ela pesquisou a fundo sobre a imigração açoriana para Santa Catarina. No ano em que foi publicado, Brumas da Ilha recebeu o Diploma de Mérito da Academia Catarinense de Letras na categoria Romance, e também foi contemplado pelo edital  Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

A escritora conta que foi inspirada por Marion Zimmer Bradley, autora de As Brumas de Avalonnão apenas no nome, mas principalmente no modo de narrar uma lenda e uma parte da história pela perspectiva das mulheres que fizeram parte dela. “No começo até fiquei receosa de dar esse título ao livro, mas descobri que os açores são chamados de ilhas de bruma. Foi muita conexão”, diz Bianca.

O interesse da escritora pelo tema das bruxas e pela perspectiva feminina se deveu à sua criação por mulheres: “quando somos criadas por mulheres, nós temos a mente mais aberta e mais liberdade para falar sobre mitologias, astrologia e histórias de bruxas. Essas histórias sempre foram frequentes na minha infância.”

 

 

Gostou? Comapartilhe 🙂
Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Pin on Pinterest
Pinterest
0Email this to someone
email